“Nós, do Piccoloto & Gindri Advocacia, sabemos que o Direito tem altos e baixos; sabemos que na advocacia se ganha e se perde, mas somos resilientes e comemoramos nossas vitórias com nossos clientes.”

PISO NACIONAL DO MAGISTÉRIO E MUNICÍPIO


O CASO: professores da rede pública de um município do RS procuraram o Piccoloto & Gindri Advocacia, unidade de Santiago/RS, para buscar a correção do piso nacional do Magistério para os professores da rede pública.

Através de ajuizamento de ação judicial para busca dos valores atrasados e a correção para o futuro.

A VITÓRIA DO NOSSO CLIENTE: após o ajuizamento da ação, houve vitória dos professores em todas as instâncias que recentemente conseguiram receber todos os valores atrasados de uma só vez.

Esta é mais uma vitória dos clientes do Piccoloto & Gindri Advocacia que merece ser compartilhada com você, que faz parte de nossa história!

Garantia do direito à moradia!


O CASO: o Escritório Piccoloto, Gindri & Saldanha Advocacia representou cliente que vivia em união estável e, após a separação de fato, estava na iminência de ser colocado(a) para fora de casa e ficar sem ter onde morar.

A VITÓRIA DO NOSSO CLIENTE: após a entrada com ação de interdito proibitório, que foi julgada procedente, o(a) cliente conseguiu permanecer na casa em que residia com o(a) ex-cônjuge, que, por sua vez, já não mais residia no imóvel, embora fosse o(a) proprietário(a) da casa. O caso levou cerca de três anos para ser concluído, período no qual o direito a continuar na posse e moradia do imóvel até existir garantia de que não seria colocado(a) em situação de rua foi essencial para a subsistência do(a) cliente, que terminou devidamente indenizado(a) após a separação por meio de acordo que lhe permitiu adquirir um novo imóvel para moradia.

Esta é mais uma vitória dos clientes do Piccoloto, Gindri & Saldanha Advocacia que merece ser compartilhada com você, que faz parte de nossa história!

Vitória no Tribunal Gaúcho: RECONHECIMENTO DE FRAUDE CONTRATUAL EM EMPRÉSTIMO CONSIGNADO.


O CASO: o Escritório Piccoloto & Gindri Advocacia representou cliente/pessoa física vítima de fraude contratual em empréstimo consignado.

A VITÓRIA DO NOSSO CLIENTE: após a decisão de primeiro grau, onde o judiciário reconheceu que o contrato assinado pelo cliente não era uma fraude e que o mesmo não tinha provado o suficiente o dano sofrido, o escritório P&G em defesa de seu cliente apresentou recurso no Tribunal de Justiça do RS e conseguiu a reforma da sentença por unanimidade. Sim ..., AGINDO E LUTANDO PELA SATISFAÇÃO DE SEU CLIENTE o escritório P&G comprovou que o contrato era fraudulento e por consequência houve a condenação da Ré (Instituição Bancária) ao ressarcimento das parcelas cobradas e ao pagamento de R$10.000,00 (dez mil reais) de danos morais ao cliente.

Esta é mais uma vitória dos clientes do Piccoloto & Gindri Advocacia que merece ser compartilhada com você, que faz parte de nossa história!

P&G sempre AGINDO E LUTANDO PELA SATISFAÇÃO DE SEUS CLIENTES.

Acordo em processo trabalhista: muitas vezes é a melhor saída!


O CASO: o Escritório Piccoloto,Gindri & Saldanha Advocacia representou cliente/empresa que respondia a processo trabalhista complexo e com muitas chances de condenação ao final.

A VITÓRIA DO NOSSO CLIENTE: após a realização da defesa e muita discussão sobre os riscos do processo, considerando que a outra parte ofereceu proposta de acordo, foi feita uma negociação que se revelou muito vantajosa para a cliente, pois proporcionou um pagamento bem abaixo do valor pedido da reclamação trabalhista, que mesmo demorando para ser julgada e em caso de condenação mínima, os valores devidos ao final seriam muito maiores, considerando a incidência de juros, correção monetária, custas judiciais e honorários advocatícios. Assim, neste caso foi resolvido um problema que poderia ter grande impacto no futuro da empresa a longo prazo.

Esta é mais uma vitória dos clientes do Piccoloto, Gindri & Saldanha Advocacia que merece ser compartilhada com você, que faz parte de nossa história!

Usucapião de imóvel Urbano finalizado com sucesso!


O CASO: o Escritório Piccoloto, Gindri & Saldanha Advocacia representou cliente que necessitava regularizar a posse de muitos anos exercida sobre um grande imóvel situado em área urbana, caso complexo devido ao tamanho do imóvel e quantidade de lindeiros, além da existência de terceiros interessados.

A VITÓRIA DO NOSSO CLIENTE: após o ingresso da ação judicial no ano de 2012 contendo toda a documentação sobre o caso, com centenas de petições, diligências, medições e ajustes no decorrer de cerca de dez anos, tempo que decorreu devido à demora do Poder Judiciário em analisar o processo, foi, finalmente, proferida sentença procedente reconhecendo o direito do cliente, que agora, além da posse, é reconhecido como legítimo proprietário do imóvel.

Esta é mais uma vitória dos clientes do Piccoloto, Gindri & Saldanha Advocacia que merece ser compartilhada com você, que faz parte de nossa história!

Direito à pensão por morte de falecido esposo assegurada judicialmente!


O CASO: o Escritório Piccoloto, Gindri & Saldanha Advocacia foi procurado por cliente cujo esposo havia falecido e cuja pensão por morte havia sido negada pelo INSS administrativamente sob a alegação de que o contribuinte não estava com sua situação regular no INSS.

A VITÓRIA DO NOSSO CLIENTE: após o ingresso da ação judicial contendo toda a documentação sobre o caso, foi realizada perícia na modalidade indireta, cujo objeto foi analisar o problema de saúde do instituidor da pensão pretendida pela cliente do escritório, onde foi constado que, efetivamente, o instituidor enfrentava um problema de saúde que lhe mantinha regular perante o INSS. Assim, a sentença de vitória da cliente foi conquistada.

Esta é mais uma vitória dos clientes do Piccoloto, Gindri& Saldanha Advocacia que merece ser compartilhada com você, que faz parte de nossa história!

A ADVOCACIA PREVENTIVA EM LICITAÇÕES


O CASO: empresa procurou o Piccoloto & Gindri Advocacia para ajudá-la a participar de uma licitação municipal.

A VITÓRIA DO NOSSO CLIENTE: o cliente, preventivamente, contratou o Piccoloto & Gindri para acompanhar e participar da licitação. Ou seja, não esperou dar algum problema para falar com seus advogados.

Desta forma, o Piccoloto & Gindri fazendo uso da Advocacia Preventiva, conseguiu adequar a documentação e o cliente para participação na licitação e obteve vitória na licitação, o que deixou o cliente muito feliz, afinal, o nosso propósito no P&G é AGIR E LUTAR PELA SATISFAÇÃO DE NOSSO CLIENTE!

Esta é mais uma vitória dos clientes do Piccoloto & Gindri Advocacia que merece ser compartilhada com você, que faz parte de nossa história!

O PAPEL DO ADVOGADO NA DEFESA DE DIREITOS PELA VIA ADMINISTRATIVA


O CASO: o Escritório Piccoloto, Gindri & Saldanha Advocacia foi procurado por aluno(a) cotista de universidade pública para elaborar um recurso devido a sua matrícula ter sido impugnada.

A VITÓRIA DO NOSSO CLIENTE: após a análise de muitos documentos e da constatação de que a impugnação da matrícula do(a) aluno(a) não estava correta, foi elaborado recurso administrativo obedecendo todas as regras do edital e fundamentando as razões pelas quais, amparado em prova documental, a matrícula deveria ser homologada. Durante mais de dois anos a instituição de ensino analisou o caso, período no qual o(a) aluno(a) pôde continuar estudando. Felizmente, após minuciosa análise do recurso, a instituição de ensino superior reconheceu o erro e deferiu o recurso, homologando a matrícula, permitindo que o(a) cliente do Escritório finalize seus estudos com tranquilidade e, após formado, exerça a profissão dos seus sonhos!

Esta é mais uma vitória dos clientes do Piccoloto, Gindri & Saldanha Advocacia que merece ser compartilhada com você, que faz parte de nossa história!

Desconto de empréstimo indevido no contracheque sustado por meio de liminar!


O CASO: o Escritório Piccoloto, Gindri & Saldanha Advocacia foi procurado por cliente que vem sofrendo com descontos indevidos de empréstimos não contratados em seu contracheque.

A VITÓRIA DO NOSSO CLIENTE: após o ingresso da ação judicial contendo toda a documentação sobre o caso, foi deferido o pedido liminar para que não seja mais realizado o desconto no contracheque do cliente até que seja esclarecida sua origem e, se for o caso, seja comprovada sua regularidade. Foi deferida, ainda, a inversão do ônus da prova, fazendo com o que o banco seja obrigado a comprovar se o empréstimo existe e se é legítima sua cobrança. O processo agora aguarda defesa do banco e posterior sentença, período no qual o cliente permanecerá sem sofrer os descontos indevidos, o que permitirá recuperar a saúde financeira.

Esta é mais uma vitória dos clientes do Piccoloto, Gindri & Saldanha Advocacia que merece ser compartilhada com você, que faz parte de nossa história!

Acidente de trânsito e falha no Airbag: indenização por dano moral obtida!


O CASO: o Escritório Piccoloto, Gindri & Saldanha Advocacia foi procurado por cliente que sofreu um acidente de trânsito enquanto dirigia seu veículo, porém, o Airbag não funcionou. Na ocasião, o cliente trafegava numa rodovia quando, por uma desatenção, o veículo rodou na pista, vindo a colidir com força no guard-rail. O dispositivo de segurança não funcionou, colocando a vida do motorista em risco.

A VITÓRIA DO NOSSO CLIENTE: após o ingresso da ação judicial contendo toda a documentação sobre o caso, realização de audiências e manifestações defensivas no processo, a montadora do veículo reconheceu a falha no sistema de segurança do Airbag, para o qual, inclusive, restou comprovado que montadora estava realizando um recall dos veículos da marca/modelo iguais ao do cliente. Deste modo, foi realizado um acordo onde a montadora pagou uma indenização a título de danos morais ao cliente, acordo que foi homologado judicialmente.

Esta é mais uma vitória dos clientes do Piccoloto, Gindri & Saldanha Advocacia que merece ser compartilhada com você, que faz parte de nossa história!

Desvio de função


O CASO: o cliente Piccoloto, Gindri & Saldanha, servidor público estadual, trabalhou durante anos exercendo funções mais complexas, exatamente iguais às de seu superior hierárquico e colegas de cargos com remuneração mais elevada. Ocorre que o cliente havia sido aprovado em concurso público para exercer cargo com atribuições menos complexas.

Assim, o Piccoloto, Gindri & Saldanha Advocacia foi contratado para realizar a defesa do cliente pela via judicial, ingressando com ação judicial para obter o reconhecimento do desvio de função e consequentes efeitos econômicos.

A VITÓRIA DO NOSSO CLIENTE: após a devida instrução do processo judicial, com elaboração de petição inicial, juntada de documentos e réplica, bem como oitiva de testemunhas, a sentença do processo foi procedente no sentido de reconhecer o desvio de função do cliente, determinando que o Estado do RS o indenize pelas diferenças remuneratórias de todo o período em que trabalhou nestas condições. Decisão esta que foi mantida em grau de recurso, estando o processo, atualmente, em fase de elaboração dos cálculos para o pagamento.

Essa decisão favorável é de suma importância para o cliente, especialmente considerando que o mesmo trabalhou durante anos em condições precárias, sempre com zelo e eficiência, entretanto, por uma injustiça administrativa, recebeu menos do que colegas que desempenhavam as mesmas funções!

Esta é mais uma vitória dos clientes do Piccoloto, Gindri & Saldanha Advocacia que merece ser compartilhada com você, que faz parte de nossa história!

Suspensão de CNH


O CASO: o cliente Piccoloto, Gindri & Saldanha teve a Carteira Nacional de Habilitação suspensa por ter ultrapassado o limite de pontos por infrações no período de um ano. Entretanto, foi constatado que parte da pontuação computada que motivou a suspensão da CNH do Cliente correspondia à infração de caráter meramente administrativo, qual seja, deixar de registrar veículo no prazo legal de 30 (trinta) dias. Ocorre que infrações de trânsito de cunho meramente administrativas não podem ser computadas para levar à suspensão ou cassação da Carteira de Motorista.

Assim, o Piccoloto, Gindri & Saldanha Advocacia foi contratado para realizar a defesa do cliente pela via judicial, pois após sucessivos recursos administrativos, o órgão de trânsito não reconheceu o próprio erro.

A VITÓRIA DO NOSSO CLIENTE: após a devida instrução do processo judicial, com elaboração de petição inicial, juntada de documentos e réplica, a sentença do processo foi procedente no sentido de anular a suspensão da CNH do cliente, reconhecendo o grave erro administrativo cometido pelo órgão de trânsito. O processo agora aguarda julgamento de recurso do órgão de trânsito, mas é alta a probabilidade de que a sentença seja mantida devido ao erro ter sido muito evidente. Essa decisão até aqui favorável é de suma importância para o cliente, especialmente considerando que exerce atividade profissional remunerada como motorista!

Esta é mais uma vitória dos clientes do Piccoloto, Gindri & Saldanha Advocacia que merece ser compartilhada com você, que faz parte de nossa história!
advogados

SANTA MARIA/RS - Avenida Fernando Ferrari nº 1745 - Bairro Nossa Senhora de Lourdes - CEP 97050-801 - Telefone: (55) 3027.1027

PORTO ALEGRE/RS - Avenida Carlos Gomes nº 403, Sala 704 - Bairro Auxiliadora - CEP 90480-003 - Telefone: (51) 3273-5223

SANTIAGO/RS - Rua Titto Beccon, nº 2157 - Centro - CEP 97700-300 - Telefone: (55) 3251.0041

FLORIANÓPOLIS/SC - Av. Trompowsky, nº 354 - Sala 102 - Centro - CEP 88015-300 - Telefone: (48) 3365.9615

UNIDADE NORDESTE (SALVADOR/BA) - Telefone: (55) 9 9999-0082




santa maria